Como é assistir um jogo da NBA nos EUA?

A temporada de basquete da NBA nos EUA vai de outubro até junho

Quando eu era adolescente, adorava jogar basquete. Tinha boné de time da NBA (National Basketball Association) e achava incrível uma loja de um shopping em São Paulo que tinha o tênis do tamanho 51, a medida que o famoso jogador Shaquille O´Neal usava. Shaq, como era chamado, passou por grandes times da NBA, se aposentou, e eu fiquei com essas recordações em algum lugar de mim.

Na minha última viagem para Nova York, quando vi que estava na época da temporada de jogos da NBA nos Estados Unidos, minhas lembranças despertaram. Pesquisei e vi que algumas partidas aconteceriam no estádio Madison Square Garden bem nos dias que eu estaria na cidade. Fiquei maluca e decidi que ia assistir a um jogo. Meu amigo Julio Frascino, que cobre esportes há mais de dez anos, me incentivou também a ir. Disse que de todos os jogos que ele viu no exterior, basquete da NBA era um dos mais emocionantes.

Temporada

E, quando acontecem os jogos da NBA? Segundo o blog Bola Presa, em outubro tem a pré-temporada, de novembro a abril a temporada regular e de abril a junho os playoffs, que é o momento final no qual o grande time vencedor vai ser definido.

A temporada regular tem mais de 80 jogos, fora os playoffs. Não vou explicar como funciona a eliminação, como o blog Bola Presa faz isso muito bem, deixo o link deles aqui. Vou apenas contar mesmo minha experiência e os passos para comprar ingressos.

O jogo que acompanhei foi no Madison Square Garden, em NYC

O jogo

Eu acabei vendo um jogo incrível. Assisti New York Knicks contra Philadelphia 76ers. Era 12 de abril, a partida aconteceu no Madison Square Garden, casa do New York Knicks, imagina a emoção dos torcedora do time jogando em casa? O estádio ficava a duas quadras do meu hotel e fomos caminhando. Se estiver longe, não se preocupe, o Madison Square fica na Penn Station, muito acessível, no coração de Manhattan.

A partida começava às 20h00, cheguei às 19h15. Neste ponto de tempo, atenção, eu poderia chegar um pouco antes, coisa de 18h45. As portas se abrem entre uma hora e meia e uma hora antes do início do jogo. Fica bastante fila porque é preciso passar pelo esquema de segurança do estádio, e acredito que em todos nos EUA deve ser assim. Os seguranças checam bolsas e mochilas e passamos por um detector de metais, isso demora. Logo depois que cheguei, a fila ficou imensa atrás de mim, portanto, acho que 45 minutos antes da partida é o tempo limite para chegar.

New York Knicks contra Philadelphia 76ers em 12 de abril de 2017

Depois que entrei, fui à bilheteria pegar meus ingressos, que foram cedidos pela NBA. Chegue, peguei, vi minha posição e fui até um totem que indica como chegar até o seu lugar. Também há funcionários que auxiliam. Rodrigo (meu noivo e quem faz as fotos do blog) e eu estávamos bem perdidos.

Como eu queria viver todo o sonho americano, paramos para comprar refrigerante, cerveja, água e balde de pipoca com muita manteiga. Tudo deu US$ 30, a vendedora tirou as tampas das garrafas (acho que para as pessoas não jogarem os objetos em outros torcedores e nos jogadores) e pede o ID (RG ou qualquer documento com foto, dei o passaporte) no caso de quem compra bebida alcoólica.

No estádio havia muitas opções de comida, como cachorro-quente, sanduíche, nachos e até comida japonesa. Não sei se em todo Madison Square Garden acontece isso, mas no meu lugar dava para fazer o pedido para um atendente e entregavam depois de uns minutos, sem que o cliente precisasse levantar.

Comprei pipoca, mas fotografei os nachos com molhos da vizinha. Tem muita opção de comida

Fui para meu lugar, tinha escada rolante para chegar até meu setor, que era o 118. Minha fileira era a 09 e os nossos lugares 05 e 06. Já aviso que era uma localização incrível. Eu sou “cegueta” e, mesmo assim, enxerguei tudo.

Quando você sai do corredor e entra na quadra, é um impacto. Os telões no meio, o colorido, a música, tudo é muito animador. Eu estava cansada e com sono após 15 dias na estrada e, na hora, fiquei muito agitada. Nos sentamos, as poltronas são bem confortáveis e torcedores de times adversários ficam misturados, não tem essa de cada lado da quadra ficar para os torcedores de apenas uma equipe.

Eu escolhi torcer pelo New York Knicks, já que estava na casa dele. O Philadelphia 76ers começou melhor, fazendo mais cestas. Aliás, ele é o time do brasileiro Tiago Splitter, que parecia ser o jogador mais ativo e, apesar da minha torcida pelo Knicks, sempre ficava orgulhosa quando ele fazia pontos, brasileiro, não dá para segurar.

O brasileiro Tiago Splitter joga no Philadelphia 76ers

Nos intervalos sempre tinha uma verdadeira festa. Teve homenagem para soldado, as líderes de torcida se apresentando (bom, eu acho que era) e até times de crianças jogando. Era bem animado quando arremessavam camisetas do Knicks para a plateia. O Rodrigo pegou uma, bem do tamanho dele. Como eu queria presentear um amigo, tentei pegar outra e consegui. Quer dizer, consegui depois de cair e quase quebrar câmera e celular, mas peguei. Só que não era do tamanho do meu amigo, era do manequim do Rodrigo e ele ficou com duas. Muito sortudo.

Rodrigo e uma das camisetas que conseguimos pegar

Outra coisa que achei muito legal é que ficam mostrando no telão os famosos que estão assistindo ao jogo. Havia uns quatro na partida que acompanhei, mas fiquei feliz mesmo quando mostraram a atriz Lea DeLaria, que interpreta a personagem Big Boo, no seriado da Netflix Orange is The New Black, que eu amo.

O jogo todo foi bem acirrado e no fim ficou pior ainda. O Knicks venceu em um placar 114×113. Fiquei bem feliz e vibrei com a torcida da casa. Saí comemorando e fui caminhar até a Times Square. Fiquei completamente realizada com a experiência.

Nos intervalos, sempre algo diferente acontece

Essa era exatamente a vista que tinha do meu lugar seção 118, fileira 09, assento 06

Fila para passar pela segurança. Cheguem com uma hora de antecedência!

Locais e ingressos

Como era início de abril, vi um jogo da temporada regular. Porém, dá para acompanhar partidas de outubro a junho, como já expliquei no início do texto. Há jogos em diversas cidades dos EUA. A NBA se divide entre leste e oeste, fora outras subdivisões. Até o fim da temporada regular, esses times se enfrentam por todo o país, em cidades como Boston, NYC, Los Angeles, Washington, Seattle, etc.

Nos jogos, sempre mencionam os famosos e mostram no telão. No que eu vi, estava Lea DeLaria, que interpreta a personagem Big Boo

O número de cidades é reduzido, pelo que entendi, nos playoffs, mas os locais que receberão jogos depende dos times que estão nessas eliminatórias. No fim do playoff uma equipe da costa leste enfrenta outro da costa oeste. De qualquer maneira, antes de viajar, consulte o calendário da NBA no site e, se puder, veja uma partida. Além dos jogos serem bons, todo o tempo que você passa lá vê um grande espetáculo, seja na entrada, nos intervalos ou no encerramento. É bem animado e emocionante.

Pelo que pesquisei, há ingressos a partir de US$ 80, pelo menos para a partida que eu vi no Madison Square Garden. Lugares melhores costumam custar por volta de US$ 150. é possível comprar no site da Ticketmaster com uma taxa em cima do valor dos ingressos ou nas bilheterias dos estádios. Evite comprar em fontes que não são oficiais.

Knicks ganhou em casa em uma disputa acirrada na partida que assisti

Meu ingresso

O belo Madison Square Garden

Lugares para comprar comidas e bebidas antes dos jogos

Serviço

Site: www.nba.com

Texto: Sylvia Barreto

Fotos: Rodrigo Barrionuevo

*Tivemos os ingressos gentilmente cedidos pela NBA

Anúncios

Um comentário sobre “Como é assistir um jogo da NBA nos EUA?

  1. Pingback: NYC: dez dicas para ter uma viagem perfeita | Viajar é Simples

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s