Hotel em Vancouver: The Burrard

Minha hospedagem no The Burrard foi em novembro/18

Encontrar um hotel em Vancouver pode parecer tarefa fácil já que a região metropolitana tem 23.000 quartos disponíveis. Mas quando a gente viaja para escrever sobre turismo, o olhar fica cada vez mais critico e é difícil ser surpreendido.

Dentre tantas opções de hotel em Vancouver, achei o The Burrard. O que me chamou atenção nele é o fato de ser único, não pertencer a nenhuma rede. Ou seja, eu não acharia outro igual com um endereço diferente.

Vou confessar que é muito mais prático escolher um hotel de grandes redes hoteleiras porque você sabe o que irá encontrar. Em qualquer lugar do mundo que eu ficar em um econômico Ibis ou em um imponente Four Seasons, vai ter um padrão. Porém, quando o hotel é independente a escolha ficar por sua conta e risco.

E, às vezes, é bom correr riscos. O The Burrard tem um site bem bonito e moderno, seria fácil fazer o hotel parecer legal e, chegar no lugar e não ser tão bom assim. Na verdade, foi bem o contrário, o The Burrard é ainda mais legal pessoalmente do que nas fotos. Ele tem um ar retro-chique e descolado ao mesmo tempo em que conquistou meu coração.

Lobby do The Burrard

Um hotel em Vancouver para chamar de meu

Se você gosta de maquiagem e usa sempre deve saber que é bom limpar bem o rosto antes de dormir. E o que tudo isso tem a ver com um hotel em Vancouver? Explico!

Uma das coisas que me surpreendeu é que no banheiro há lencinhos umedecidos próprios para remoção de maquiagem. Sinceramente, já fiquei em muito hotel de luxo e nunca havia encontrado esse item. Aliás, quando viajo, muitas vezes, esqueço o removedor de maquiagem e fico desesperada.

Não só o lencinho, mas todo o quarto me agradou, a começar pelo banheiro, todo branco e com aquecimento. A categoria do meu apartamento era a King e o número dele 321. Tinha uma máquina Nespresso com cápsulas, frigobar, secador de cabelos, ferro e tábua de passar, um costume dos hotéis da América do Norte que adoro. Para completar, garrafinhas de água sem custo.

Outra coisa que gostei do quarto foi a vista. O hotel tem um átrio cheio de plantas e ao ar livre, da minha janela, essa era a visão. E, nessa área, ainda tem uns banquinhos para descansar, uma delícia.A cama? Bem confortável, assim como o edredom. Wi-fi pegava bem em todos os ambientes, muito importante quando viajo a trabalho.

Ao todo, o The Burrard tem 72 quartos divididos nas seguintes categorias: Double, Queen, Queen Plus e King. Acho que todos são bem parecidos, a diferença fica mais por conta do tamanho. Itens como frigobar e cafeteira Nespresso estão em todos.

Quarto categoria King, número 321

Reparem que tem um ótimo adaptador de tomada na mesa

Áreas comuns do hotel The Burrard

Além da área comum no átrio verde, o que é pouco comum para um hotel em Vancouver, o The Burrard tem um lobby pequeno, mas agradável. A recepção divide espaço com um sofá confortável e um lustre que adorei. Dá para ver na foto.

Nas áreas comuns do The Burrard e também nos quartos há quadros bem inusitados e que transformam personagens com vidas perfeitas, como as princesas, em gente comum.

Ao lado do elevador mesmo tem um quadro com um casal que parece ser a Barbie e o Ken dormindo e mostra os sonhos deles. Ambos estão sonhando com um homem forte. No meu quarto havia outro quadro, mas com a Cinderela sentada em uma taverna bebendo. Achei a minha cara, já fui a uma festa à fantasia dirigindo e com o vestido dessa princesa. Por favor, nunca façam isso. Vestidos de princesas não foram feitos para serem usados por uma mulher dirigindo um utilitário no calor de 30º de São Paulo. O quadro me lembrou daquela noite.

Divagações à parte, do lobby há uma entrada para o Elysian Coffee Roasters. A cafeteria, que tem outras unidades na cidade, está no prédio do The Burrard, tem uma parceria com o hotel, mas outra administração.

O hotel não tem restaurante próprio, por isso, não inclui café da manhã na diária, mas é só ir até a recepção para tomar o café no Elysian com custo adicional. A cafeteria é gosta, mas não é minha cara. Não sou de tomar café puro e o cardápio era mais saudável. Sou mais Starbucks, mas, não se preocupe, se tiver meu estilo, há Starbucks e outras cafeterias próximas.
Também no prédio do The Burrard há o restaurante de comfort food Burgoo. Gente, não deu tempo para que eu comesse lá, eu sempre acabava fazendo as refeições durante os passeios, mas, pelo cardápio, parece uma delícia. Vejam no site dele.

Cappuccino do Elysian

Átrio verde

Localização e história

A localização do The Burrard é ótima. Ele fica na rua Burrard, que começa na baía que tem no centro da cidade. A rua é bem comprida, logo depois do The Burrard tem uma ponte (ai, que chama Burrard Bridge) com uma vista bem bonita de Vancouver, vale dar uma caminhada até lá.

Também é perto do The Burrard o acesso a Graville Island, que é cheia de atrações. Aliás, sabe a Burrard Bridge, então, é só sair do hotel, pegar o acesso que leva para embaixo da ponte, não cruze-a, apenas desça. E, então, pegar uma False Creek Ferrie até Granville. As atrações da ilha e outras de Vancouver estão em uma matéria completinha que você pode ler clicando aqui.

Na própria Burrard Street há várias opções de restaurantes, seja os fast-foods tipo Subway, ou uns mais requintados. Ela também fica a poucas quadras da Granville Street, que é a rua mais animada da cidade, com dezenas de opções gastronômicas, shows, bares e casas noturnas.

E, lembra que eu disse lá no começo do texto que hotéis como o The Burrard, que não são de rede, costumam ser únicos? Pois o The Burrard tem toda uma trajetória inusitada.

O hotel abriu originalmente em 1956 e teve anos loucos como Burrard Motor Inn. Só em 2010 que ele foi adquirido por novos donos, passou por uma grande reforma, mudou de nome e hoje é o hotel que conheci.

Então, se você procura um hotel em Vancouver descolado, com bons preços, perto de tudo e ainda cheio de história, encontrou. Só reservar aqui.

Todo dia, uma frase diferente no elevador

Serviço
The Burrard
Site: theburrard.com
Diárias: a partir de 115 dólares canadenses
Endereço: 1100 Burrard St.

Gostou desse texto? Se você fizer uma reserva com meus parceiros, não perde nada, mas eu ganho uma pequena comissão que me ajuda a pagar os boletos. Veja como pode reservar:

The Burrard: https://www.booking.com/hotel/ca/the-burrard.en.html?aid=1421942&no_rooms=1&group_adults=1
Chip para usar em 140 países com 10% de desconto: http://viajaresimples.com.br/news/chip-de-celular-viagem/
Seguro viagem imprescindível: https://www.goaffinity.com.br/VIAJARESIMPLES

Texto e fotos: Sylvia Barreto
*Hospedagem a convite do The Burrard

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s