Tire suas dúvidas sobre vacina da febre amarela para viagens

Alguns países exigem que o turista seja vacinado contra a febre amarela, seja para que o viajante não seja um possível transmissor da doença ou para evitar que fique doente. Quando viajamos para um destino que tem essa exigência, devemos levar conosco o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) emitido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Para conseguir o certificado, a pessoa precisa se vacinar, coisa que pode ser feita em qualquer Posto de Saúde gratuitamente ou em uma clínica particular. Depois, deve se dirigir com sua carteirinha de vacinação até um dos Centros de Orientação para a Saúde do Viajante da ANVISA, que ficam em portos, aeroportos e fronteiras, para emitir o Certificado. Algumas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) e de clínicas particulares credenciadas para isso também o emitem. A lista completa de locais pode ser consultada aqui: https://viajante.anvisa.gov.br/viajante/

Brasil muda exigência de duas doses

Eu tomei a bendita vacina em 2006 e tirei meu certificado. Até abril deste ano (2017), o Brasil adotava duas doses da vacina tomadas com intervalo de dez anos. Ou seja, meu CIVP era válido até março de 2016. Sendo assim, eu deveria ter tomado outra vacina para renovar meu CIVP, mas não fiz isso ano passado e fui tentar tomar em junho de 2017, só que muita coisa mudou e fiquei perdida. Como eu já havia tomado uma dose da vacina e o Brasil deixou de exigir a segunda, eu não precisava mais tomá-la. Para vocês não ficarem confusos também resolvi fazer esse texto.

Já tomei uma dose da vacina de febre amarela, preciso tomar novamente?

Em abril (2017), como já mencionei, o Brasil adotou a diretriz da Organização Mundial de Saúde (OMS) de dose única para a vacina da febre amarela. A orientação foi dada pela OMS em 2014 e, depois de algumas avaliações, foi adotada pelo Ministério da Saúde. Ou seja, quem já tomou a vacina uma vez na vida não precisa tomar novamente.

E o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia? Bom, falei com a ANVISA para responder essa questão e outras.

Quem já tomou uma dose da vacina de febre amarela e está com o certificado vencido, precisa renová-lo?

Resposta ANVISA: Quem já tem o certificado não precisa trocá-lo ou renová-lo.

Com a nova regra, a vacina da febre amarela não expira mais

Na foto vocês podem perceber que o meu certificado, que é antigo, tem uma data de expiração da vacina, ela não vale mais, começou a ser ignorada. Então, se você está nessa situação, se tomou a vacina e seu certificado tem data de validade, fique tranquilo, ela não será mais usada. Antes, havia uma data de validade porque era preciso duas doses, atualmente, como é usada apenas uma dose a validade não existe mais.

Quem já tomou uma ou duas doses da vacina e ainda não tem o certificado, o que deve fazer?

ANVISA: Quem já foi vacinado, mas não tem o certificado, precisa apenas agendar um horário em um posto de emissão do CIVP e apresentar o cartão nacional de vacinação com os dados da vacina. A vacina contra a febre amarela pode ser tomada em um posto de saúde ou em uma clínica particular.

Mas é importante destacar que o documento só é necessário para pessoas que estão viajando para países que cobram este documento para a entrada em seu território.

ATUALIZAÇÃO 16/01/18 – Como haverá doses fracionadas devido ao surto de febre amarela no Brasil, a ANVISA informa que esse tipo de dose NÃO é válida para o certificado internacional. Quem for viajar deve ir ao posto de saúde com comprovante de viagem para tomar a dose completa!

Quem já tomou a vacina, emitiu o CIVP uma vez mas o perdeu, qual o procedimento?

ANVISA: Para tirar o certificado internacional de vacinação, é preciso comprovar a aplicação da dose integral da vacina. Isso pode ter ocorrido em qualquer momento da vida, uma vez que a dose única já é suficiente para imunizar contra a doença. Então, a comprovação pode ser feita com carteira de vacinação antiga, por exemplo.

Mas é importante destacar que é necessário realizar o agendamento para requerer a emissão do certificado. Esse agendamento pode ser feito pelo portal da ANVISA.

Quais países exigem que o turista seja vacinado contra a febre amarela?

ANVISA: A lista não muda com frequência, mas, recentemente, Panamá, Nicarágua, Venezuela e Cuba passaram a fazer esta exigência. Para consultar a situação do país para o qual irá viajar, faça uma consulta neste link: https://viajante.anvisa.gov.br/viajante/

ATENÇÃO, alguns veículos de comunicação têm informado erroneamente que o Chile agora exige de brasileiros o CIVP com a confirmação da vacina de febre amarela. Isso é mentira. Tanto a Anvisa como Turismo Chile, órgão do país que promove o turismo, afirmam que o certificado não é necessário. A informação foi coletada em 23/01/18.

Aruba passa a exigir vacina contra febre amarela de brasileiros

Dia 24/01/18, o Ministério da Saúde de Aruba informou que começará a exigir que turistas brasileiros tenham o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia com a confirmação da vacina de febre amarela a partir de 01 de março. Mais informações, acessa notícia completa aqui.

Tiraram suas dúvidas? Espero que sim. Eu estou aqui feliz que não tive que tomar a segunda dose da vacina e nem precisei renovar certificado.

Texto e fotos: Sylvia Barreto

 

Anúncios

6 comentários sobre “Tire suas dúvidas sobre vacina da febre amarela para viagens

  1. Olá, meu certificado internacional venceu em 2017. Agora dizem que não há necessidade de renová-lo uma vez que é válido por toda a vida. Estou indo para o Panamá e República Dominicana, dois países que passaram a exigir a vacina. E se eu for com o certificado vencido e lá não me deixarem entrar? A Anvisa diz que não precisa , mas eu não confio!,
    O que eu faço? Ninguém me assegura nada! Obrigada MCarmo

    • Oi, Maria. No texto falo sobre isso, meu certificado também é “vencido” e falei com a assessoria de imprensa da ANVISA e me garantiram que não precisa mesmo da renovação, só o Brasil usava 2 doses, p outros países já não existia essa de vencer. Aliás, qd eu fui p República Dominicana, q exige o certificado, nem me pediram nada no aeroporto, mas claro, precisamos estar preparados.

      • Olá. Eu vi na foto do ser certificado que consta uma observação qto à validade; esse carimbo dizendo que a validade não existe mais foi colocado no Posto ou vc escreveu para nós entendermos?

      • Oi, Márcia, esse carimbo existia quando era necessária a segunda dose da vacina. Quando eu tomei, a segunda dose seria necessária depois de dez anos. Porém, agora, a Anvisa me explicou q meu certificado vale mesmo c essa data de vencimento porque a segunda dose não é mais necessária, tanto q eu não a tomei Tb por orientação da Anvisa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s