Chile: como comprar um chip de celular

Chip Entel por 2.990 pesos chilenos em junho de 2016

Chip Entel por 2.990 pesos chilenos em junho de 2016

Precisava de um chip de celular no Chile que funcionasse bem não só em Santiago, mas em outras cidades. Conversando com algumas pessoas, me disseram que a companhia que tinha melhor sinal em roaming era a Entel. Ou seja, não é que ela era a melhor na capital, porém, tinha um sinal razoável por todo país.

Escolha e compra do chip

Como estava na estação de esqui de Portillo e lá não tem loja que vende chip, assim que cheguei a Santiago, procurei um local no qual pudesse comprar um para mim e outro para o namorado. A duas quadras da estação de metrô Santa Lucía, no número 17 da Calle Enrique Mac Iver, encontrei uma lojinha que tinha o produto.

A lojinha se chama Icotec. A atendente era muito solícita e nos explicou que vendia trabalhava com várias empresas de telefonia e que a melhor em roaming era mesmo a Entel. Como eu iria para Pucón, que fica 800 km ao sul de Santiago, de ônibus e passaria uns dias lá, decidi pela Entel.

Lojinha que comprei o chip na Enrique Mac Iver, 173

Lojinha que comprei o chip na Enrique Mac Iver, 173

Valor

Compramos um chip para cada, havia tamanhos variados, precisei de um nano e o meu namorado usa em seu celular outro um pouco maior. Cada um custou 2.990 pesos chilenos (algo em torno de R$ 15 na cotação de 03/08/17). Cada um deles vinha com 1.000 pesos chilenos de carga, 100MB de internet móvel, 100SMS e direito a bônus de 1.000 pesos chilenos por três meses a cada recarga de 2.000 pesos.

Após colocar o chip em cada celular, precisa fazer um procedimento de desbloqueio, o qual a moça fez para nós. A linha demora uns minutinhos para ser ativada. Quando saí da loja, tudo já estava funcionando. Ela nos explicou que precisávamos passar em algum lugar para colocar crédito, que ela não tinha esse serviço.

Todos os benefícios do chip da Entel pré-pago

Todos os benefícios do chip da Entel pré-pago

Planos

Fomos colocar crédito, muitos locais em Santiago têm plaquinha das operadoras que fazem recarga. Após fazer a recarga, é necessário ligar em um número de serviço da operadora (eles estão todos na embalagem do chip) para escolher sua “bolsa”, ou seja, seu plano, para os próximos dias.

O cliente deve escolher seu plano de internet e cada um deles vem com vigência. Como eu preciso usar bastante a internet por conta do trabalho, escolhi o plano de 7.500 pesos chilenos (R$ 37,25 na cotação de 03/08/16) com 1GB de internet móvel para ser consumida em 30 dias.

Quando fiz a recarga, ganhei uns bônus. Então, eu tive crédito o suficiente para usar por mais dez dias sem problemas. Postei no Instagram, Facebook, Twitter e Snapchat com freqüência e olhei meus e-mails sem nenhum problema e minha cota de internet nem chegou perto de acabar. O legal dessa empresa de telefonia é que quanto maior o valor de sua recarga, mais bônus. E, se não estou enganada, o acesso ao Facebook não é cobrado.

Meu namorado escolheu um plano de 100MB válido para sete dias por 1.500 pesos chilenos e a internet não durou muito, teve que fazer outra recarga antes de irmos embora. Porém, achei relativamento barato o valor das recargas e chips no Chile. Se for ficar em Santiago apenas, pode até optar por alguma outra companhia mais com preços menores.

Planos disponíveis em junho de 2016

Planos disponíveis em junho de 2016

Cobertura

No Brasil uso a operadora Tim em um plano controle. Posso dizer que minha experiência com a Entel no Chile foi muito melhor do que a qual tenho com a Tim todos os dias. Vivo em São Paulo, mas sempre vivo pelo país e a Tim me desaponta com a linha telefônica e internet móvel constantemente. Já a Entel não me decepcionou. Consegui usar meu celular, inclusive fazer postagem do Snapchat (que gasta mais dados), em todos os locais pelo que passei, inclusive no caminho entre Santiago e Pucón, em lugares remotos.

Sylvia Barreto

7 comentários sobre “Chile: como comprar um chip de celular

  1. Minha esposa e eu estivemos no Chile no fim do mês passado e optamos pela Claro. Serviço na loja foi ruim e a internet móvel (que era nossa principal necessidade) muito fraca também. Ficamos em Santiago o tempo todo, exceto por um dia em Viña del Mar e outro em Farellones. Não optaria pela Claro novamente, mesmo se tivesse que pagar um pouco mais em outra operadora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s