Conheça o primeiro hotel da rede Zii

Parauapebas. Quando vi que tinha um convite para ir à inauguração de um hotel nesta cidade, o nome me pareceu familiar, sabia quer era no Pará, mas não tinha ideia da localização exata. Fui procurar no Google Maps, vi que era perto de Serra Pelada e de Carajás, que abriga a Vale S.A.

Com essas referências, desenhei uma ideia do que seria o lugar, uma cidade do interior do Pará, como algumas que já visitei. Sendo o empreendimento, Zii Hotel, o primeiro de uma rede que planeja 22 aberturas para os próximos anos, eu não conseguia imaginar como seria esse hotel também. Vou ser sincera e dizer que a hotelaria no Pará não é uma das melhores do Brasil e há bem poucos hotéis de boas redes, mesmo na capital.

Detalhe do quarto do Zii Hotel Parauapebas

Detalhe do quarto do Zii Hotel Parauapebas

Áreas comuns do hotel

De Carajás até Parauapebas dá uns 40 minutos de carro, passando pela entrada da Vale S.A e no meio da Floresta Amazônica. A cidade é uma das com maior PIB do Pará, mas nem por isso é bem cuidada. Por todas essas e outros razões, quando cheguei ao ZIi Hotel Parauapebas fiquei surpresa. A recepção é pequena e linda. Tem móveis pretos e detalhes em amarelo.

Recepção

Recepção

A recepção nem é para ser grande mesmo. O objetivo da rede é que os hóspedes façam check in e check out pelo aplicativo para smartphones que funciona em IOS e Android. Ele já funciona, mas ajustes adicionais devem ser feitos até dezembro. Se o cliente fizer seu check in previamente, chega no hotel e só pega sua chave, que já estará pronta.

Ao lado da recepção ficam as áreas comuns do hotel, um espaço não muito grande, só que bem aproveitado. Há uma pequena sala com sofás e móveis que fizeram achar que eu estava em um hotel de Nova York, sem exageros. Há, ainda, uma bancada com várias tomadas para que os hóspedes possam usar seus aparelhos eletrônicos. Tem algumas mesinhas e uma grande mesa para as refeições. Segundo o diretor da rede, Julio Gavinhos, que me apresentou o hotel, esse área foi feita com locais para pequenos grupos sentarem ou vários desconhecidos usarem a mesma bancada para todos poderem se conhecer.

Recepção

Recepção

Bancada para trabalho

Bancada para trabalho

Área de convivência

Área de convivência

34pará 37pará 52pará

Perto das mesas, há alguns televisores. Para que os hóspedes se divirtam, um videogame X-Box com vários jogos. O lazer continua do lado de fora, na piscina. Para quem não abre mão dos exercícios na viagem, uma academia no primeiro andar com esteiras, bikes de spinning e aparelho de musculação, tem ainda uma que falta chegar.

08pará 40pará

Meu quarto

Ao subir para os quartos, os corredores em preto e com pouca iluminação, notei que cada porta tinha a letra Z, um símbolo de “pause”e um de “play”. Alguns estavam acesos O Z iluminado indica que tem hóspede no quarto. O “pause” iluminado avisa que o hóspede não quer ser incomodado, já o “play” iluminado indica que o cliente quer o serviço de limpeza de quarto. Adeus plaquinha de “Não Perturbe”. Nunca tinha visto isso, adorei.

Por dentro o quarto também me surpreendeu. Sinceramente, eu esperava uma decoração comum, com paredes brancas, um quadro no máximo. Quando entrei, de um lado estava o móvel todo branco para guardar roupas e malas, do outro o banheiro. A cama era envolta em uma cabeceira com dois abajures e com iluminação em sua parte inferior e na própria cabeceira. Na parede, desenhos em branco e preto! Fez toda a diferença no quarto, deu um ar alegre e bem contemporâneo.

O banheiro não era muito grande, o quarto ao todo tem 22 metros quadrados, mas um espaço suficiente. Dá até para tomar banho um casal junto se for o caso de um pouco de diversão no chuveiro. Item importante para mim, tem secador e é bom. Ar condicionado eu não curto, só que no Pará é essencial, infelizmente. Em todos os 133 quartos o ar condicionado é Split e no meu funcionava muito bem.

Corredor dos quartos

Corredor dos quartos

Meu quarto

Meu quarto

11pará 13pará 16pará

Banheiro do quarto

Banheiro do quarto

Amenities

Amenities

Secador no banheiro

Secador no banheiro

O café da manhã e o jantar

Eu não jantei no local porque a única noite que passei lá teve coquetel de inauguração e comi os quitutes da festa. Quem quiser jantar por lá tem seis opções de pratos fixas e uma que muda todos os dias. Funciona das 19h00 às 23h00 para o jantar.

O café da manhã tem umas coisinhas bem pensadas, Por exemplo, eu fico bem brava que deixam o pão francês por horas na bancada do café, bem no ar condicionado. Quando vou pegar, está sempre duro. Apesar de no Zii ter pães na bancada, o grande lance é que eles oferecem pão na chapa. Pedi um, receosa, nunca vi hotel fazer pão na chapa, mas eu adoro. Estava delicioso, tive que pedir o segundo. Tá, não é só porque eu sou gorda, o pão era bom mesmo.

Pão de queijo quentinho

Pão de queijo quentinho

O prometido pão na chapa

O prometido pão na chapa

Outra sacada é o pão de queijo levado quentinho na mesa. Você pede, tem sempre pãozinho saindo e levam para você, também não fica lá na bancada esquecido e murchando. Dá para pedir, ainda, itens como misto quente ou ovos mexidos, mas não pedi, afinal, comi pão de queijo e dois pães franceses. No mais, os itens tradicionais de café da manhã, como suco de laranja, café, leite, achocolatado, salada de frutas e cereais.

Área para almoço e jantar

Área para almoço e jantar

06pará

Tomadas também nas mesas

Tomadas também nas mesas

05pará

Buffet do café

Buffet do café

32pará 31pará

Localização e preço

Uma coisa legal na localização do hotel é que ele fica ao lado do Shopping X. Tem até uma porta que interliga as duas propriedades sem precisar passar pela rua. Na volta, só abre a porta quem tem o cartão eletrônico de entrada do quarto. Eu não tive tempo de ir ao shopping, por isso não posso dizer se é legal.

As diárias do Zii Hotel Parauapebas custam a partir de R$ 229 por apartamento. Elas incluem café da manhã e Wi-fi grátis. Aliás, a internet é um item bem importante na filosofia do hotel. O nome Zii foi escolhido porque o objetivo era construir uma rede de hotéis para a geração “Z”, filhos dos jovens “Y”, ambas sempre conectadas, mesmo que a lazer. O Wi-Fi é bom, às vezes oscila um pouco porque, afinal de contas, internet em Parauapebas só via rádio ainda.

Entrada

Entrada

Ao lado tem um shopping

Ao lado tem um shopping

Passagem do hotel para o shopping

Passagem do hotel para o shopping

O aeroporto de Carajás e a cidade

Pedacinho da cidade

Pedacinho da cidade

Carajás é um dos polos de mineração mais importante do mundo. Parauapebas faz parte desse polo e recebe dezenas turistas de negócios, principalmente. Só que eu tive a impressão que o aeroporto não acompanha esse fluxo de passageiros. Quando cheguei, quase tive que me estapear com os outros passageiros para conseguir chegar até a única esteira de bagagens. Quando saí no desembarque, mal dava para andar de tanta gente.

Na volta, fiz meu check in pelo celular, como sempre faço, e baixei meu cartão de embarque também no celular. Quando fui despachar a bagagem, a atendente da Gol disse que ia me dar o papel impresso mesmo porque no aeroporto não tinha o aparelho que lê o cartão de embarque no celular. Alô, Infraero, vamos resolver isso? Economiza tempo, papel e é bem prático.

Chech in da Azul e da Gol

Chech in da Azul e da Gol

Fachada do Aeroporto de Carajás

Fachada do Aeroporto de Carajás

Aeroporto apertado. Isso é, basicamente, tudo

Aeroporto apertado. Isso é, basicamente, tudo!

Eu não tive muita oportunidade de passear pela cidade, porém, parece que o turismo não é seu forte, De qualquer maneira, almocei no restaurante Dom Mendonça (Rua 10, Cidade Nova). Não como quase nada de peixe, um dos poucos que gosto é a pescada amarela, bem típico do Pará. Havia esse peixe lá, eu comi acompanhado de arroz com castanhas e o prato estava bem saboroso. Para acompanhar, um suquinho de cupuaçu, outra delícia paraense.

Bolinho de bacalhau

Bolinho de bacalhau

Pescada amarela com arroz do castanha do Dom Mendonça

Pescada amarela com arroz do castanha do Dom Mendonça

Vem mais Zii por aí

A rede Zii planeja abrir mais 21 hotéis nos próximos anos. Isso me deixa bem feliz, adorei o conceito da rede e estamos precisando de hotéis mais funcionais, bonitos e com tarifas a preços justos. Desse total, 19 devem ser como o Zii Parauapebas e dois serão Zii Hotel Boutique.

Com abertura prevista para janeiro de 2016, o primeiro Zii Boutique será no Rio de Janeiro, no bairro de Botafogo, em frente à estação de metrô do bairro. O conceito será um pouco diferente, com mais mimos. Por exemplo, na recepção haverá um freezer do sorvete Itália vendido nas praias e será uma cortesia para o hóspede. Quando chegar, todo cliente ganhará um pacotinho de um ícone carioca, o biscoito O Globo.

Os amenities serão da marca Granado. Nos quartos haverá chinelos e roupões para os hóspedes, coisas que não há no Zii comum. Em São Paulo deve ser o outro hotel boutique da rede, mas a localização e data de abertura ainda não foram reveladas. Quanto ao Zii Hotel, a próxima unidade será aberta ainda este ano, em outubro, na cidade de Pouso Alegre (MG). Já estou ansiosa para conhecer!

Detalhes do quarto: entrada para celular

Detalhes do quarto: entrada para celular

14pará 15pará 17pará 22pará 23pará

Sylvia Barreto

*Viajei a convite da Zii Hotel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s